domingo, 21 de janeiro de 2018

Muro no Chapadão: Análise de Caso.

26805150_1670634176292109_9007283890035592190_n

Há alguns dias, turistas e moradores da praia da Pipa foram pegos de surpresa com uma cena chocante; Uma imensa calha foi cavada no barro vermelho de um dos pontos turísticos mais icônicos do nordeste, com a finalidade de se construir um muro. Rapidamente, a imagem viralizou, vídeos foram gravados e a polemica se instaurou. Diversas “teorias da conspiração” surgiram alegando uma finalidade financeira para o bloqueio do lugar. Numa rara ação relâmpago, o ministério publico e IDEMA agiram embargando a obra e uma retardatária audiência pública foi marcada para se debater o assunto com a população.

Quase que instantaneamente, surgiu uma matéria no site do G1 divulgando o decreto 018 de dezembro de 2017 sobre o “bloqueio para veículos” naquela área mas não foi suficiente para reprimir a repercussão negativa que aquela obra gerou. O marketing da prefeitura tentou agir durante esses dias, criando um slogan chamado “O CHAPADÃO É NOSSO” mas, acabou piorando a coisa e irritando mais ainda a população que na ultima sexta feira 19 de janeiro de 2018, convocou a imprensa para demonstrar sua revolta.

26239714_2297385473620430_1697982429625683826_nVamos tentar aqui nos aprofundar um pouco neste caso e entender por que a prefeitura de Tibau do Sul acertou no diagnóstico mas errou no tratamento e também analisar algumas questões e teorias conspiratórias que surgiram durante esse período confundindo e irritando ainda mais as pessoas.




1º) O que é o Chapadão?

Resumidamente, o chapadão é uma área tabuleiro sedimentar surgidas há mais ou menos 20 milhões de anos formadas pela ultima grande cheia do oceano atlântico fossilizadas e esterilizadas pela ação de um processo chamado “cimentação ferruginosa”. Em 2001, o lugar se tornou uma área de preservação permanente para o município.

2º) Quais os fatores de erosão natural da área?

Basicamente existem 2 fatores de erosão natural do chapadão:

a) Ventos. A intensidade dos ventos pode ser presumida através da formação de alcovas sobre a superfície dos “Chapadões”.

b) Chuvas: As chuvas criam pequenos canais que com o tempo formam ravinas e voçorocas.

DSCN5059

A atuação da erosão pluvial tem sido tão intensa que alguns moradores na tentativa de conte-la passaram a preencher as aberturas existentes (ravinas e voçorocas) com lixo e outros materiais inertes.

3º) Quais os fatores naturais de proteção do chapadão?

cimentacao_01A cimentação ferruginosa é uma forma de agregação das partículas do solo por agentes cimentantes como o carbonato de cálcio, sílica, óxidos de ferro e de alumínio etc. O processo torna a superfície resistente a ação da água, exceto quando fica exposta durante muito tempo a umidade, quando amolece e volta a enrijecer em seguida, num processo de “dano e cicatrização” natural.

No chapadão, possui uma fina “película” rígida, formada por esse processo, que protege as camadas mais profundas de argila mais delicadas. Esse processo é o responsável pela pouca vegetação na área.

“AMARAL (2001) chama a tenção para um fato importante que concerne à erosão superficial nos “chapadões’: os primeiros centímetros de sua superfície apresentam-se mais consistentes do que as camadas imediatamente inferiores. O significado prático desta observação é que, após a retirada desta “película” arenosa o terreno passará a apresentar uma maior susceptibilidade à erosão por águas superficiais. Sendo assim, com base nas evidencias acima, as mudanças de relevo ocorridas nesta faixa devem-se principalmente a estes três últimos processos. É bom ressaltar que as fraturas condicionam a percolação de água através do material sedimentar. “


4º) O trafego de veículos danifica o chapadão?

Apesar de parecer estável, o chapadão é uma área sensível a ação antropológica que vem ocorrendo desordenadamente durante a invasão do turismo na praia da Pipa. Em cima dele circulam ônibus, tratores com carroças carregadas de turistas, carros, quadrículos, motocicletas, helicópteros e todo tipo de veículo que sim, causam danos a área, por 2 motivos: Pela criação de micro fissuras na superfície cimentada e pela quebra no processo de “cicatrização” da película superior que expõe as camadas mais profundas do terreno que são mais sensíveis a ação das águas e do vento.

232c6e40-45f0-476e-8a45-cb5658c13929


5º) Que danos podem ocorrer com a construção de um muro?

Além do impacto visual que seria notório, a forma como se iniciou a obra, o muro causou um dano a camada externa de proteção do chapadão, permitindo a infiltração de água nas camadas mias inferiores, podendo acelerar o processo de erosão pluvial.

Tentei criar o seguinte infografo para explicar mais ou menos o que aconteceria.

e20c4e1e-d8aa-4774-89ba-eadfef3dbc16

Por mais que fosse bem construído, houveram danos que se não forem reparados rapidamente, poderão ocasionar o surgimento de uma imensa voçoroca no lugar. O embargo da obra justamente no período de chuvas, agravou ainda mais a situação.


6º) Há indícios de favorecimento financeiro na obra?

A construção do muro gerou uma crise de confiança que os marketeiros da prefeitura tentam a todo custo reverter. Diversas terias conspiratórias surgiram e se espalharam pelas redes sociais, virando assunto de debates acalorados e de fofocas pelas ruas.

Uma das teorias é a de que empresários teriam fechado acordo com a prefeitura para construírem o muro em troca de favorecimentos e repasse de propinas a pessoas ligadas ao prefeito…

Na minha opinião, 0 que houve foi uma ação bem intencionada mas, executada de forma equivocada. Talvez ele não se lembre mas, antes das eleições,  cheguei comentar com Modesto sobre a importância de se preservar o chapadão e o bloqueio do acesso de veículos na área. Ele garantiu que iria tomar alguma atitude caso fosse eleito. Não acredito em favorecimento financeiro mas sim, a real intenção de proteção da área.

Como não foram criadas vagas de estacionamento gratuito para os turistas, é possível que surjam estacionamentos particulares e um comercio local na beira da estrada o que poderá não ser tão interessante para o turista mas, financeiramente interessante para os comerciantes locais que porão ter ali uma potencial fonte de renda.

7º) Que possíveis soluções poderiam ser tomadas para preservar o chapadão e não impactar visualmente o lugar?

O chapadão já esta impactado visualmente devido as construções próximas e construir mais coisas sobre ele, só pioram seu aspecto visual e pioram os danos causados pela ação humana no lugar.

Primeiramente fora temer deveriam ter sido colocado fiscais proibindo o acesso de veículos pesados, como ônibus e tratores carregados de turistas, que são potencialmente mais perigosos para a área do que veículos leves.

Depois, deveriam ter sido criadas vagas para estacionamento gratuito próximas do lugar para que os turistas continuem acessando o lugar mas, com orientação para estacionarem fora da zona de proteção.

Por ultimo, poderia ter sido criadas barreiras físicas com cercas vivas de vegetação nativa seguindo a linha da calçada e não em cima do chapadão e muito menos rasgando a área de barro vermelho que se deseja proteger.

Conclusão

Entre boatos e teorias conspiratórias, de uma coisa temos certeza: NINGUÉM QUER MURO SOBRE O CHAPADÃO. As pessoas não querem mais construções ou qualquer coisa que impacte visualmente o lugar. Portanto, audiência marcada para próxima segunda-feira 22 de janeiro de 2018 na câmara municipal, devera servir para pensar em conjunto sobre a o caso.

Abaixo, gif mostrando as mudanças ocorridas na área entre 2001 e 2013…

chapadao

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

A árvore…

_DSC0205

Ela é a última de uma mata que cobria aquela região…

_DSC0211

Moldada pelos ventos, resiste bravamente ao tempo e ao terreno, outrora rico, que a sustentava.

_DSC0204

Esta arvore, perde gradualmente seus galhos velhos que ressecam e caem mas, uma força interior misteriosa a faz renascer…

_DSC0212

Feliz 2018…

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Tibau do Sul TV - Florada dos Ipês Amarelos no Piau



O canal Tibau do Sul TV publicou hoje um clipe com belas imagens da florada dos ipês no povoado de Piau. 

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Tibau do Sul TV - Nossa primeira experiencia audiovisual no youtube


A Tibau do Sul TV é um espaço para contemplar as belezas de nossa cidade e difundir informação e cultura para os moradores e visitantes do nosso paraíso. 

domingo, 20 de novembro de 2016

Filme sobre fantasminha brasileiro tem Tibau do Sul como cenário.




Depois da novela "Flor do Caribe" (Globo) e do reality show "De Férias com o Ex" (MTV), as praias do município de Tibau do Sul servem agora de cenário para as gravações do filme "Pluft, o Fantasminha", adaptação para as telonas do clássico infantil escrito por Maria Clara Machado. 

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Conheçam nosso novo projeto sobre a Lagoa Guaraíras.


Antes de ser um site de notícias e um grupo de ativismo social, a ideia do Ke Saber? Era de divulgar conhecimentos que poucos sabiam a respeito da cidade de Tibau do Sul, Pipa e da fascinante lagoa Guaraíras com suas histórias e lendas. Mudamos um pouco nossos objetivos, nos encaixando em uma carência momentânea da cidade mas, mantivemos nosso plano de pé e amadurecendo.

Verificando a crise econômica e cultural que nossa região vem passando, decidimos tirar nossos projetos do papel e criar um site totalmente dedicado a Lagoa Guaraíras. O www.lagoaguarairas.com.br ainda esta em fase de desenvolvimento e captação de recursos para que seja o portal definitivo de divulgação desta que é uma das mais importantes lagunas do país e certamente a mais fascinante de todas.

No momento, estamos formando um grupo de pesquisa e em busca de apoiadores "patrocinadores" para que possamos colocar nossos planos em prática. A ideia inicial é criar um site maravilhoso sobre a Lagoa e manter um grupo de pesquisa permanente que deverá se aprofundar e se manter ativo em busca de informações sobre a lagoa. Posteriormente, pensamos em criar um museu físico sobre a lagoa, com objetos, fotos, documentos e outros materiais que agreguem valor ao turista que vem para a cidade.

O site que já se encontra em processo avançado de desenvolvimento, terá não apenas conteúdo histórico, científico e cultural da lagoa como também, paginas dedicadas aos nossos patrocinadores que deverão contar com uma grande divulgação nos meios digitais.

Quem tiver interesse em nos apoiar ou fazer parte do grupo de pesquisa sobre a Lagoa Guaraíras, Favor contatar o autor deste blog pelos endereços abaixo ou me contatar pelo grupo kesaber no facebook:

Helmy Joan Galindo
Whatsapp: +5584 91237721
Fone: 84 987914610
Email: helmygalindo@gmail.com


terça-feira, 1 de novembro de 2016

Ninguém vai ler mesmo... É sobre violência.


Hoje estou aqui escrevendo não apenas como um autor de blog mas como também uma vítima da violência. Hoje, uma pessoa próxima foi assaltada junto a 12 colegas estudantes que aguardavam na parada para voltarem as suas casas após mais um dia de aula. "Assaltos são normais" vão dizer alguns. "ahh aquele local é perigoso mesmo", vão dizer outros mas, poucos deles terão sentido o que é alguém apontar uma arma na sua cara e ameaçar tirar a sua vida por conta de um mísero celular. "deu bobeira, roubam mesmo, é preciso andar ligado".

A violência é uma realidade, não apenas uma invenção dos jornais e da mídia especializada mas, parece já não chocar. As pessoas lidam com a violência como lidam com a fumaça de cigarro ou como aquele vizinho chato que vem te pedir açúcar mas sempre tem dinheiro pra cachaça. É algo que aprendemos a tolerar e encarar por mais que incomode. 

Tanto faz se te assaltam numa parada de ônibus, na entrada de casa ou se roubam um banco usando explosivos. O importante é que amanha é mais um dia e que terá festa para comemorar alguma coisa que mais tarde falirá por conta da violência ou da "crise", seja existencial, moral ou ética.

Não dá pra controlar a violência, ela vem de repente, sem avisar e quando chega, não há como fugir. Isso nos torna reféns do medo e nos ensina a viver constantemente em alerta para não perder os bens frutos de nosso trabalho ou a nossa vida e a de quem amamos. Aprendemos a aumentar o muro, a por cercas elétricas, alarmes, travas, trancas, gravetos, arame farpado, câmeras, sensores e tudo mais que nos dê a falsa sensação de estarmos seguros em casa.

Nas ruas, não dá mais para andar a pé. Nos trancamos nos carros, fechamos os vidros e não nos importamos em pagar o preço uma refeição por 2 litros de gasolina, respirar o ar artificial do ar-condicionado ou delapidar a renda mensal na prestação e manutenção de um automóvel para nos sentir mais seguros no simples ato de ir e vir. 

Enquanto escrevo essas linhas, alguma mãe pelo brasil deve ter perdido um filho. Somos o país mais violento do mundo e nossa capital do estado, Natal, acabou de ganhar o título de CIDADE MAIS VIOLENTA DO BRASIL. O que fazer? Autoridades dizem que "é normal pois melhoramos o sistema de registro de ocorrências". Ou seja: A culpa pela violência não é pelo fracasso do sistema sócio-cultural e pela má gestão e interesse dos políticos mas sim pela melhora do registro de ocorrências!!

Não sei mais o que fazer. Há alguns anos, após sucessivos assaltos, saí de minha cidade natal com minha família em busca de um lugar mais calmo e tranquilo. Por 13 anos me sentia seguro e em paz aqui na cidade mas, diante do ocorrido, não sei mais o que fazer.

O Brasil pra mim já deu. Agora vou me trancar no meu próprio país, me entregar a alguma religião que distorça minha percepção de realidade e sonhar com dias prósperos e felizes, longe da inveja, arrogância, incompreensão, desigualdade, corrupção e de todo mal que chamam de violência. 






segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Governador do estado esteve em Tibau do Sul no dia do Assalto ao Banco do Brasil.



Na noite da sexta-feira 29 de outubro de 2016, o governador do estado Robinson Farias veio até Tibau do Sul para a inauguração de um novo Resort de Luxo na cidade. Na madrugada do mesmo dia, apenas 2 policiais tomavam conta da segurança do centro administrativo onde o caixa eletrônico do Banco do Brasil foi dinamitado e a viatura da PM foi alvejada com vários tiros de calibre 12.

sábado, 29 de outubro de 2016

Bandidos explodem caixa do Banco do Brasil no centro de Tibau do Sul.


Os moradores do centro administrativo de Tibau do Sul foram acordados com uma grande explosão e tiroteio neste sábado 29 de outubro. Por volta das 3:40 da madrugada, bandidos estouraram caixa eletrônico do Banco do Brasil localizado no mercado público na esquina da Av. Três Poderes e Av. Governador  Aluísio Alves.

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Surfistas se unem com população e fazem arrastão da limpeza em praias da Pipa.


Os surfistas de Tibau do Sul estão de parabéns! depois de se mobilizarem pela manha e fazerem 90% do trabalho do fechamento da praia das minas, a turma agora resolveu chamar a galera para fazer um mutirão de limpeza nas praias das Minas e do Amor.

domingo, 16 de outubro de 2016

População se reune e fecha praia das Minas


Um pouco mais afastada e isolada por pedras, a Praia das Minas entre Pipa e Sibauma é uma das praias mais conservadas e desertas de Tibau do Sul. Dotada de um grande areal, o lugar é também um dos maiores berçários de tartarugas marinhas das praias do litoral sul potiguar. O problema é quando veículos 4x4 e motocicletas decidem se aventurar em suas areias. Contra esse tipo de invasão, a população decidiu se reunir e fechar o acesso a praia.

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Reality show gravado em Tibau do Sul começa a ser exibido na MTV

A MTV Brasil começou a exibir hoje o Reality Show "De Férias Com O Ex" gravado em Tibau do Sul entre os dias 15 de agosto e 4 de setembro de 2016.

O lixo programa contabilizou segundo a emissora de TV a cabo, números impressionantes. Durante os 20 dias de gravação foram registrados 300 beijos, 58 camisinhas, 42 litros de vodca, 1000 long necks, 500 ovos pra alimentar os marombados, 22 brigas e 32 copos quebrados.

Os participantes, todos sarados e tatuados, ficaram trancados durante o período numa casa na Rua Praia do Giz em Tibau com o intuito de se divertirem e se conhecerem melhor com o único empecilho de contarem com a presença dos ex-namorados(as) que iam surgindo aleatoriamente ao lungo do programa. A unica obrigação que eles tinham era a de comparecer as festas produzidas pela emissora.

Com dez episódios, a versão brasileira do "De Férias com o Ex" estreia nesta quinta-feira (13), às 22h, na MTV.

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Estrada Parque: Estudo propõe pedágio de R$ 9,80 na estrada da Pipa


Pedágios de R$ 9,80 na "Estrada Parque" entre Goianinha e Pipa e de R$ 5,90 no acesso Sul ao Aeroporto de São Gonçalo do Amarante são os valores propostos no estudo elaborado pelo consórcio Rota Turística para as concessões públicas que o governo do estado pretende fazer para tirar os projetos dessas rodovias do papel. A ideia é que as estradas sejam privatizadas e geridas pela empresa vencedora de licitação por 30 anos.